• Accueil
  • > Cabinda: Morreu Liberal Nuno, lider da FLEC-CSA

13 octobre, 2008

Cabinda: Morreu Liberal Nuno, lider da FLEC-CSA

Classé dans : Non classé — cabinda @ 15:48

liberalnunocsa.jpg

Morreu na madrugada deste sábado, em Lisboa, José Maria Liberal Nuno, antigo membro da FLEC/FAC e conselheiro de Nzita Tiago. Acabou por se afastar do movimento criando FLEC-CSA (Conselho Superior Alargado).

Na década de 90, Liberal Nuno integra a FLEC/FAC a partir de Lisboa e destaca-se junto dos órgãos de comunicação social lusos durante o período da «crise dos reféns» em Cabinda. Progressivamente impõe-se como porta-voz do movimento em Portugal e conselheiro próximo de Nzita Tiago, presidente do movimento nacionalista cabinda.

Em Abril de 2003 Liberal Nuno afasta-se da FLEC/FAC acusando o presidente do movimento de pretender arrastar a «questão de Cabinda». O movimento riposta acusando Liberal Nuno de ser um «agente» ao serviço de Luanda com a «missão de eliminar» Nzita Tiago. Agosto de 2004, Liberal Nuno não é convidado a participar na reunião inter-cabindesa na Holanda, quando FLEC/FAC e FLEC Renovada, em presença da sociedade civil, decidem se fundir num só movimento. Em Setembro do mesmo ano cria FLEC-CSA (Conselho Superior Alargado) e autoproclama-se presidente.

Parte para Luanda e inicia um périplo junto dos nacionalistas Cabindas e dos refugiados nos campos da República Democrática do Congo e Congo Brazzaville com o objectivo de criar um órgão federativo dos movimentos nacionalistas cabindas e que os militares abandonem a luta armada. A sua acção resulta num fiasco. Numa conferência no Centro Cultural de Chiloango (Cabinda), perante os protestos dos presentes que o acusam de «trabalhar a favor de Luanda», é forçado a retirar-se sob protecção das forças de segurança angolanas.

Perante o fiasco da sua acção tentou recentemente, sem sucesso, restabelecer contactos com Nzita Tiago a fim reintegrar a FLEC. Uma hipótese rejeitada pelos militares das FAC que se opuseram a qualquer tipo colaboração de Liberal Nuno no movimento.

Em Dezembro 2007 Liberal Nuno esteve presente em algumas conferências durante a Cimeira Europa África em Lisboa, permanecendo contudo discreto na sua actividade sobre Cabinda.

Foi autor d’uma moção recente de não violência em cabinda.

(c) PNN Portuguese News Network

Une réponse à “Cabinda: Morreu Liberal Nuno, lider da FLEC-CSA”

  1. Orlando Castro dit :

    No próximo dia 22, quarta-feira, é apresentado na FNAC do Norte Shoping, em Matosinhos, Portugal, às 21,30 horas, o livro de Francisco Luemba “O problema de Cabinda exposto e assumido à luz da verdade e da justiça”.

Laisser un commentaire

Construire avec vous le du ... |
Bien Vivre ensemble l'aveni... |
COMMUNAL HAOUR FEYZIN 2008 |
Unblog.fr | Créer un blog | Annuaire | Signaler un abus | Energie Nouvelle pour Heill...
| Michel TAMAYA 2008 Le BLOG
| servir connaux