26 janvier, 2010

FLEC implica Portugal no ataque à equipa do Togo

Classé dans : Politique — cabinda @ 19:22

Vários dirigentes da Frente de Libertação do Estado de Cabinda, designando-se como «FLEC Unificada», acusaram Portugal de «implicação» e «responsabilidade» no ataque à equipa de futebol do Togo, que causou a morte a três pessoas.

Representantes da FLEC em França, Bélgica e Holanda questionaram, em conferência de imprensa, em Paris «a responsabilidade histórica de Portugal pela ocupação militar de Cabinda por Angola» e levantaram a hipótese «do conhecimento» por Lisboa do que designaram por «filme preparado do ataque».

Os representantes da «FLEC Unificada» sublinharam ainda que o ministro dos Negócios Estrangeiros português, Luís Amado, «foi o primeiro a rotular o ataque em Cabinda como terrorista».

Os mesmos representantes negaram categoricamente que Rodrigues Mingas, antigo dirigente daquela organização, tenha qualquer legitimidade para falar em nome da FLEC e acusaram a sua «FLEC-Posição Militar» de ser uma criação do governo angolano.

Fonte: Lusa/Angonoticias

Laisser un commentaire

Construire avec vous le du ... |
Bien Vivre ensemble l'aveni... |
COMMUNAL HAOUR FEYZIN 2008 |
Unblog.fr | Créer un blog | Annuaire | Signaler un abus | Energie Nouvelle pour Heill...
| Michel TAMAYA 2008 Le BLOG
| servir connaux